No dia do Nordestino, Maria Mendonça destaca pujança e riqueza cultural do Nordeste

Uma das manifestações populares da cultura nordestina, a literatura de cordel passou a ser fomentada em Sergipe, graças a uma iniciativa da deputada estadual Maria Mendonça (PSDB), que através do Projeto de Lei 18/2019, propôs a criação de um Programa de Fomento à Literatura de Cordel nas Escolas das redes pública e privada.

“Aproveitando o dia do nordestino, que é celebrado hoje (10) quero destacar a garra e pujança do nosso povo, detentor de uma riqueza cultural extensa, que é materializada nas mais diversas formas, como através da literatura de cordel”, afirmou a deputada.    

A proposta, que teve ampla repercussão e foi muito bem acolhida pela Academia Sergipana de Cordel, foi aprovada pela Assembleia Legislativa em maio de 2019 e sancionada pelo governo, transformando-se na Lei 8.533/2019.

“Ao propormos essa iniciativa, revelamos o nosso desejo de continuar contribuindo para o conhecimento da comunidade escolar acerca da cultura popular brasileira, visando prevenir a erradicação da literatura em verso e diminuir a discriminação referente a cultura regional, em especial a nordestina”, explicou Maria.

A lei já em vigor, ainda, estabelece que uma vez por ano, preferencialmente em novembro, seja realizado nas escolas o mês dedicado à Literatura de Cordel. “A escola tem um papel fundamental na difusão e promoção da cultura nacional, trazendo essa valorização para o âmbito escolar para que os estudantes possam conhecer e disseminar”.


 



DE OLHO NO INSTAGRAM