“Mudanças acontecem por vontade política”, afirma Maria Mendonça


“As mudanças acontecem a partir da vontade política dos gestores. E quem está à frente do Executivo tem que ter essa percepção para que haja um comprometimento maior com políticas públicas eficientes e eficazes voltadas à população”. A reflexão é da deputada estadual Maria Mendonça (PSDB), ao participar de sessão especial, promovida pela deputada Goretti Reis que discutiu política pública de prevenção à saúde da mulher, dentro da programação do Outubro Rosa.


Após ouvir a explanação dos palestrantes, Maria disse que a angústia vivida por eles em não poder mudar a realidade, é a mesma enfrentada diariamente por ela e por tantos outros agentes públicos. “Quase diariamente recebo, em minha residência, pessoas aflitas, pedindo socorro, por não conseguir atendimento; por ter o tratamento interrompido e por outras situações e, infelizmente, nós não temos o que fazer. É uma constante aflição”, afirmou a deputada.


Maria ressaltou a saga enfrentada por pacientes que descobrem um nódulo na mama, mas passam meses até conseguir fazer uma mamografia para ter acesso a um diagnóstico preciso. “E muitas vezes, essas pessoas estão morrendo, pois quando a assistência chega, já é tarde. Os números são assustadores e mostram isso”, disse a deputada, ressaltando que essa incerteza do atendimento, é angustiante e tem levado muitas mulheres à depressão.


No seu entender, tudo passa pela educação. “É a partir da educação que se muda comportamento e percepção”, disse, ressaltando que quando houver esse entendimento, os gestores passarão a trabalhar a prevenção, que é muito mais barata que tratar a doença.


A deputada chamou a atenção para que palestras, como  a que foi realizada hoje seja massificada pelos canais de comunicação do Parlamento, especialmente, a TV Alese de modo que a população tenha acesso a todas as informações. “Quero parabenizar a deputada Goretti pela iniciativa e cumprimentar os palestrantes pela importante contribuição”, disse.


DE OLHO NO INSTAGRAM