Maria propõe frente em defesa do turismo para melhorar situação do Estado

A deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) defendeu a criação de uma ampla frente em defesa do incremento do turismo em Sergipe, como instrumento de projeção e de desenvolvimento do Estado.   “O turismo é uma indústria sem chaminé, é uma fonte de renda extraordinária”, disse, ao propor a união de esforços entre Estado, Casas Legislativas, Prefeituras, trade e demais segmentos turísticos e sociais, na expectativa de tirar Sergipe do atual quadro financeiro.


“O turismo é uma porta aberta para o desenvolvimento. Precisamos fazer crescer o nosso Produto Interno Bruto (PIB), gerar emprego e renda e, consequentemente, riqueza”, afirmou a deputada, lembrando importantes pontos turísticos sergipanos e que, ainda, são poucos explorados. Ela citou os exemplos de Itabaiana, onde existem os “poções da Ribeira, ambiente propício para banhos e a prática de esportes radicais, o Parque dos Falcões, considerado um santuário das aves de rapina; Parque Nacional da Serra, onde a natureza se revela na belíssima fauna e flora, e tantos outros locais maravilhosos”.


Para ela, havendo uma política pública direcionada e bem feita, é possível projetar o turismo de forma bem destacada e com resultados socioeconômicos capazes de retirá-lo da crítica situação em que se encontra. “A atividade turística engloba, não apenas cultura, história e belezas naturais, mas, também, gastronomia, artesanato, e tantas outras áreas que movimentam a economia, resultando, naturalmente, na geração de emprego e renda para inúmeras pessoas”, falou a deputada.


Boas perspectivas


Recente pesquisa do Ministério do Turismo junto a cerca de duas mil agências de viagens do Brasil, revelou a perspectiva dessas empresas em relação ao desempenho, faturamento, demanda de serviços e geração de empregos de maio a outubro de 2019. Para os próximos seis meses, aproximadamente 18% das agências consultadas sinalizam para a possibilidade de contratação de novos funcionários. O cenário de crescimento é apontado por 61% delas.


DE OLHO NO INSTAGRAM