Maria pede renovação de convênio para regularizar distribuição de colírios à população

A deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) protocolou Indicação solicitando ao Governo do Estado que viabilize a renovação do convênio firmado com o IOSE Centro Oftalmológico, visando a regularização da oferta do colírio, necessário ao tratamento de glaucoma para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). “Recebemos a informação de pacientes do município de Neópolis que reclamam a falta do colírio, há cerca de quase três meses, e solicitaram a nossa intervenção, porque o convênio firmado com o SUS, entre a Secretaria de Estado da Saúde e o IOSE, expirou”, contou a deputada.

A parlamentar lembrou que o glaucoma é considerado a maior causa de cegueira irreversível no mundo, ficando atrás somente da catarata. Por ser uma doença crônica e silenciosa, o glaucoma é, também, conhecido como cegueira silenciosa. “Trata-se de uma doença que, apesar de não ter cura, pode ser controlada mediante o tratamento adequado e de maneira contínua. Porém, infelizmente, quando não tratada pode levar à perda da visão de forma irreversível”, observou.

Ela lembrou, ainda, que dentre os tratamentos tidos como eficazes no controle do glaucoma, tem-se prescrito pelos oftalmologistas o uso contínuo de colírio específico. Sendo que a maioria dos pacientes não possui condições financeiras para viabilizar a aquisição dessa medicação recomendada para o tratamento da doença. “É um colírio caro e os pacientes não têm como custeá-lo”, afirmou Maria, lembrando que o acesso à saúde é direito de todos e dever do Estado, “garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem a redução do risco de doença e de outros agravos...”, conforme prevê a Constituição brasileira.



DE OLHO NO INSTAGRAM