Maria Mendonça recebe representantes do Movimento Polícia Unida

Representantes do Movimento Polícia Unida estiveram no gabinete da deputada Maria Mendonça (PSDB), na Assembleia Legislativa. Foram pedir o apoio da parlamentar à luta encampada pela categoria pelo adicional de periculosidade dos policiais civis, policiais militares e bombeiros militares de Sergipe, além de pedir a intervenção para uma possível abertura de diálogo das entidades com o governador Belivaldo Chagas (PSD).

“Entendemos ser uma luta justa e tentaremos ajudar como for possível. Os policiais civis, militares e bombeiros cumprem um importante papel e precisam ter os seus direitos assegurados”, disse Maria, ressaltando que os profissionais revelaram que estão há mais de 250 aguardando resposta do Governo às demandas que têm apresentado.

No fim de abril, o Movimento lançou uma campanha publicitária com o tema “Aquele que mais se arrisca por você, merece valorização”. Além da criação de site e redes sociais próprias para comunicação com a sociedade, o Movimento divulga a pauta nos carros particulares, outdoors e busdoors na capital e no interior.

O Movimento Polícia Unida é formado por nove entidades sindicais e representativas: Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE); Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Sergipe (Adepol/SE); Associação Militar Única; Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares do Estado de Sergipe (Aspra); Associação dos Oficiais Militares de Sergipe (Assomise); Associação Integrada de Mulheres da Segurança Pública em Sergipe (Asiusep); Associação dos Militares do Estado de Sergipe (Amese); Associação dos Militares da Reserva Remunerada e Pensionistas do Estado de Sergipe (Asmirp/SE); e Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros (ACS-SE).




DE OLHO NO INSTAGRAM