Maria Mendonça destaca importância do voto consciente

No próximo domingo, os brasileiros aptos a participar das eleições deste ano, vão às urnas votar nos candidatos a prefeito e vereadores que exercerão mandatos pelos próximos quatro anos no Executivo e Legislativo, respectivamente. “É um momento importante para a democracia, pois, através do voto estaremos outorgando a esses nossos representantes os destinos das cidades e, consequentemente, da população. Daí a importância de estarmos atentos para que façamos escolhas assertivas, conscientes e responsáveis”, alertou a deputada estadual Maria Mendonça (PSDB).

Para ela, por mais desgastada que a classe política esteja, cada cidadão-eleitor deve ter o compromisso de votar, escolhendo os candidatos que, de fato, têm projeto estrategicamente elaborado com foco no bem coletivo. “Quando não há propósito, restam promessas vazias, uma vez que não há a devida intenção de trabalhar pela melhoria da qualidade de vida do povo”, ensinou Maria, que foi prefeita de Itabaiana e está no exercício do seu sexto mandato parlamentar.

No seu entender, é preciso estar atento, também, à história de cada candidato que se coloca como opção no processo eleitoral. “Conhecer as reais intenções é fundamental”, afirmou, ao advertir que a compra de votos e a troca de favores são elementos nocivos à democracia, pois desequilibra o devido processo legal e, ainda, gera danos irreparáveis. “Quando o eleitor troca o voto por dinheiro ou favores, na prática, ele está abrindo mão de ter unidades de saúde devidamente equipada para atender as demandas da população; está abrindo mão de ter creches e escolas públicas estruturadas e com ensino de qualidade para os seus filhos e netos, dentre vários outros direitos que lhes são retirados”, advertiu.   


Nem branco, nem nulo

A deputada ressaltou, ainda, que o eleitor não deve anular ou votar em branco. “O voto é um instrumento de mudança. Independente da classe social, ele tem peso igual e pode ser decisivo na construção de uma Nação, de um Estado e de um Município mais prósperos. Abster-se, votar nulo ou branco é correr o risco de deixar que outras pessoas escolham por nós, o que pode ser muito danoso”, destacou Maria Mendonça.

Ela alertou para a necessidade de todos tomarem os devidos cuidados, observar as orientações estabelecidas pela Legislação para que possam se deslocar até a urna em total segurança. “Estamos vivendo um momento delicado e é fundamental que cumpramos o nosso dever, exercendo a nossa plena cidadania”, afirmou.      



DE OLHO NO INSTAGRAM