Maria Mendonça autoriza uso de todo recurso de emenda para ações de enfrentamento ao Covid-19

A deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) ratificou hoje (15) a sua autorização para que a presidência da Assembleia Legislativa adote os encaminhamentos necessários visando liberar o valor total (R$ 1 milhão) da sua emenda para ajudar Estado e municípios a investirem em ações de enfrentamento ao Covid-19. “É hora de somarmos força e toda ajuda é bem-vinda nesse momento em que os gestores precisam de recursos para ações de combate a essa crise que já tem provocado danos, não só na saúde, mas também, na economia e com impacto direto no campo social”, afirmou.


Na semana passada, Maria sugeriu à Mesa Diretora que apreciasse sua sugestão de descontar parte do salário de todos os parlamentares, cujo valor seria destinado ao Fundo Estadual de Saúde para ações de combate ao vírus, para investimento nas unidades de saúde que enfrentam sérias dificuldades. “Além da falta de adequada estrutura para que os profissionais da saúde possam desempenhar as suas ações com a máxima eficácia, centenas de famílias estão desamparadas precisando de ajuda”.


Benefícios sociais - Na sessão desta quarta-feira, a Assembleia aprovou algumas proposituras de sua autoria, dentre elas duas Moções de Apelo ao governador Belivaldo Chagas para que, em parceria com os municípios, viabilize o fornecimento de kits de higiene e benefícios sociais (ou cestas básicas) à população mais carente.


Através da segunda Moção, a deputada apelou ao Governo para que, junto aos gestores municipais, encontre meios para garantir a suspensão de pagamento de tributos por pessoas física e jurídica, pelo prazo de 60 dias, propiciando condições mínimas de sustentabilidade à população e às empresas, bem como aos trabalhadores.


 


“O nosso propósito é que esse isolamento social possa ser vivido com o menor impacto possível por todas as camadas, especialmente, as menos favorecidas economicamente”, afirmou Maria, ressaltando que são medidas que, certamente, contribuirão para o enfrentamento ao problema que já tem afetado praticamente toda a cadeia produtiva que precisou suspender as suas atividades em virtude da necessidade do isolamento social orientado por autoridades de saúde.


Para ela, não há dúvida quando à necessidade de manter a população em casa para que não haja a proliferação do vírus, mas é preciso dar as condições devidas para que todos sofram o menos possível.



DE OLHO NO INSTAGRAM