Maria Mendonça apela ao Governo para que não desative agências do Banese

Tramita na Assembleia Legislativa Moção de Apelo 88/2020, de autoria da deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) endereçada ao Governo do Estado e ao presidente do Banco do Estado de Sergipe (Banese), Fernando Mota, no sentido de evitar que agências da instituição sejam desativadas. A iniciativa da parlamentar se deu a partir de solicitações feitas por funcionários do banco que estão apreensivos com a possibilidade de fechamento de agências em alguns municípios.

"O Banese tem se consolidado e é importantíssimo para a economia do Estado. O relatório explicitado, no site oficial do próprio banco, mostra que no segundo trimestre de 2019, registrou-se um lucro líquido de R$ 22,3 milhões em suas transações", disse Maria, observando que esse ganho ocorreu a despeito das incertezas pelas quais o Brasil vem passando. "Ou seja, as estratégias adotadas pela gestão vêm gerando o retorno esperado e, consequentemente, fazendo-o com que se mantenha sólido e sustentável", complementou Maria Mendonça.

Para ela, além de provocar transtornos à vida de inúmeras pessoas que acreditaram, abriram contas e permanecem apostando no fortalecimento e solidez do Banese, o fechamento de agências provocarão o desemprego de inúmeros pais de família que se dedicam à instituição. "A própria presidente do Sindicato dos Bancários, Ivânia Pereira, revelou-se surpresa ao saber que haveria fechamento de 17 agências do Banese", contou a deputada, ao apelar que o Governo seja sensível à causa e não permita o desmonte de uma instituição financeira que tem orgulhado os sergipanos e contribuído para a economia e desenvolvimento do Estado. 



DE OLHO NO INSTAGRAM