Maria destaca necessidade de conscientizar a população sobre os malefícios do cigarro

"Está comprovado que o cigarro mata e as informações sobre os danos causados por ele são alarmantes". Foi assim que a deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) aparteou o colega Vanderbal Marinho, que falou sobre o assunto na tribuna da Assembleia Legislativa, no final da manhã desta quarta-feira (29). Ao parabenizá-lo pelo pronunciamento, a parlamentar ressaltou que essa é uma pauta que precisa estar sempre sendo trabalhada para que as pessoas se conscientizem sobre os malefícios provocados pelo tabagismo.
Estudos revelam que cerca de 90% dos casos de câncer de pulmão são relacionados ao tabaco. Estima-se, também, que igual percentual começa a fumar antes dos 18 anos. "São informações preocupantes e que geram dor no bolso e no organismo desses cidadãos que, em geral promovem prejuízo a si e aos que estão em seu entorno, já que o fumante passivo, também, sofre o impacto dos males gerados pelo cigarro", afirmou. 
Pesquisas mostram que o cigarro possui 66 substâncias cancerígenas é representa a principal causa de câncer de pulmão, boca e faringe. "Não há dúvida que é uma situação drástica e que precisa ser bastante trabalhada para que as pessoas entendam os seus efeitos que, em geral, levam à morte", destacou Maria Mendonça, ao cumprimentar Vanderbal Marinha pela abordagem.


DE OLHO NO INSTAGRAM