Governo deve garantir diagnóstico e tratamento da síndrome da depressão na rede pública de saúde

A Assembleia Legislativa aprovou hoje (13), Projeto de Lei 126/2019, de autoria da deputada Maria Mendonça (PSDB) que versa sobre a implementação de política pública destinada ao diagnóstico e tratamento da síndrome da depressão, na rede pública de saúde de Sergipe.

“Importante essa aprovação para que sejam garantidas ações de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento da doença, considerada o mal do século pela Organização Mundial da Saúde e que tem levado pessoas das várias classes sociais a óbito”, celebrou a deputada, ressaltando que, agora, acompanhará de perto a instituição dessa medida.


A deputada ressaltou ser comum observar pessoas próximas constantemente tristes, mas por uma razão ou outra não se dá a devida importância acreditando ser apenas uma simples tristeza, provocada por um motivo ou outro que logo vai passar.

“O nosso Projeto vem exatamente na perspectiva de sugerir a identificação, cadastramento e acompanhamento de pacientes da rede pública diagnosticados com depressão, estabelecendo ações junto às unidades de saúde de modo a conscientizá-los para a gravidade do problema, bem como sobre o tratamento ao qual deve ser submetido”, afirmou a deputada.

Na proposta, que segue para sanção governamental, a autora sugere que o Estado formalize convênios com a iniciativa privada para que essa política pública seja efetivada a contento.

“A execução e coordenação dessas ações podem ser de responsabilidade da Secretaria de Estado da Educação, Esporte e Cultura, dada a necessidade de se implementar medidas que visem a melhora da autoestima e do bem-estar físico do paciente”, explicou a deputada.


 



DE OLHO NO INSTAGRAM