Estudo mostra que um a cada sete homens deverá ter câncer de próstata


Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostram que, no Brasil o câncer de próstata mata um homem a cada 38 minutos. É considerado o tipo mais comum entre eles e representa uma média de 30% dos casos de câncer no sexo masculino, excluindo-se os cânceres de pele não melanoma. Segundo o Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC) um, em cada sete homens deverá ter a doença, por isso a importância de fazer os exames diagnósticos para a possível detecção do problema.


Para tratar sobre esse tema, a Assembleia Legislativa realiza sessão especial, na próxima segunda-feira (4), a partir das 14h30, considerando que este mês é todo dedicado à campanha Novembro Azul, que visa a conscientização e orientação, especialmente, sobre o câncer de próstata, o mais comum entre os homens. A iniciativa da deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) e contará com palestras dos médicos Claúdio Santos (Geriatra), Raimundo Sotero (endocrinologista), Sheilla Ferro (cardiologista) e Carlos Alberto Paes Silveira (urologista).


Durante o evento, servidores do setor médico da Assembleia Legislativa e da Secretaria estadual da Saúde estarão orientando os homens sobre a importância de visitar um médico para solicitar exames de rotina. Os profissionais, também, estarão realizando teste de dosagem de PSA, aferindo pressão arterial, fazendo teste de glicemia e colesterol, dentre outros.   


Maria Mendonça é autora do Projeto de Lei 8.176/2016, que institui, no calendário do Estado de Sergipe, o Novembro Azul, mês dedicado à campanhas de prevenção e orientação sobre a saúde masculina. “Esse cuidado deve ocorrer durante todo o ano, mas o Novembro Azul é uma forma de reforçar a importância de estar mais atento, não só em relação à questão da próstata, mas à saúde de forma geral”, ressaltou a deputada.



DE OLHO NO INSTAGRAM