Alese aprova necessidade de apoio especial a pessoas com doenças ocultas

A Assembleia Legislativa aprovou Indicação 399/2019, de autoria da deputada Maria Mendonça (PSDB), para que o Governo do Estado implemente campanhas de propagação do Cordão de Girassol em espaços públicos, como aeroporto, rodoviárias, pontos turísticos, supermercados, dentre outros ambientes. “Pessoas com autismo, doenças de Cronh e transtornos, em geral, têm dificuldade de se manter por muito tempo em determinados locais, gerando tensões e nervosismo”, lembrou Maria.


Para evitar constrangimentos, salientou a deputada, algumas comunidades internacionais já compreendem o alerta que é feito através de uma fita ou cordão verde, enfeitado por girassóis, garantindo agilidade na assistência e segurança a esses cidadãos que fazem uso do acessório. Ela explicou que a ideia é divulgar e conscientizar colaboradores desses locais que uma pessoa com o Cordão de Girassol precisa de atenção especial em virtude de sua deficiência oculta.


“É um cuidado, uma iniciativa simples, que fará diferença na vida dessas pessoas, por se tratar de um instrumento de cidadania”, afirmou, lembrando que desde 2016, funcionários do aeroporto Gatwich, em Londres, criaram e fizeram desse Cordão de Girassol um símbolo de apoio para essas pessoas. “Então, a partir da propagação dessa campanha, quando virmos qualquer cidadão com cordão ou fita com girassóis, devemos ter consciência da necessidade dele, nem sempre visível, e poder ajudá-lo, seja viabilizando um atendimento mais rápido, garantindo um assento ou colocando-o num lugar mais reservado e seguro”, disse a deputada.


No seu entender, a campanha permitirá, também, influenciar instituições e repartições privadas, bem como órgãos públicos municipais, optem não apenas por disseminá-la, como também adotá-la no seu dia-a-dia.  Ela ressaltou a importância da difusão porque muitas pessoas o desconhece. “Faz- se necessária a propagação do significado da utilização do Cordão de Girassol por ser um importante vetor de inclusão e respeito ao próximo”, destacou, ao falar sobre a importância das campanhas e mecanismos de divulgação serem estabelecidos pelo Governo do Estado, através das Secretarias de Turismo, Comunicação e afins.


Para ela, a orientação junto a funcionários e colaboradores é importante, mas a disseminação deve alcançar, também, toda a sociedade, mostrando a relevância do ato para que os sergipanos possam não apenas compreender o atendimento diferenciado que o outro esteja recebendo, mas, principalmente, mudar o seu comportamento diante de simples situações que têm relevância na vida dos seus próximos.




DE OLHO NO INSTAGRAM