Alese aprova Moções de Apelo a prefeitos para que ajudem a evitar colapso na hemodiálise

A Assembleia Legislativa de Sergipe aprovou hoje (6) três Moções de Apelo, endereçadas aos prefeitos das regiões do Agreste, do Médio e do Alto Sertão sergipano para que eles ajudem na aquisição e entrega de insumos ao Centro de Nefrologia de Itabaiana, que atende aos pacientes que precisam de hemodiálise. A iniciativa é da deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) que, também, teve aprovada uma Indicação ao governador Belivaldo Chagas para, através da Secretaria Estadual de Saúde, intermediar essa questão, evitando a inviabilidade dos serviços.  

"O problema é muito sério e, sem ajuda, o Centro de Nefrologia pode fechar as portas por falta de condição de continuar prestando a devida assistência, em virtude das perdas financeiras decorrentes da defasagem na tabela SUS”, justificou Maria Mendonça, ressaltando ser “uma situação bem complexa, sobretudo, porque as unidades de saúde atendem hoje com base num preço de 2017, mesmo havendo aumento nos insumos, principalmente, nesse período de pandemia”.

A deputada lembrou que estudos mostram que cerca de 30% dos pacientes internados em UTIs em consequência de infecção pela Covid-19, precisavam de hemodiálise. Muitos deles, por conta da instabilidade do quadro e por não suportarem o acúmulo de líquido no organismo, necessitam fazer diálise contínua. “O que chama a atenção é o fato de 85% desses serviços serem prestados por clínicas particulares a pacientes do Sistema Único de Saúde, o que carece de uma atenção maior”, apontou.

Para ela, se não houver uma reparação e somação de forças de Estado e Municípios, os pacientes renais crônicos que dependem da hemodiálise serão, ainda, mais prejudicados. “Não podemos esquecer que a pandemia provocada pela Covid-19 e o aumento do dólar fizeram com que muitos insumos se tornassem, ainda, mais caros”, disse, ao pedir que os colegas deputados subscrevessem as proposituras.



DE OLHO NO INSTAGRAM