Alese aprova Moção de Aplausos aos organizadores da Bienal do Livro pela criação Moeda Social

A deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) propôs - e a Assembleia Legislativa aprovou -  Moção de Aplausos aos organizadores da Bienal do Livro de Itabaiana, que nesta quinta edição traz a Moeda Social como elemento de estímulo à leitura. O evento, que acontece entre os dias 11 e 15 de setembro, já é considerado Patrimônio Cultural Imaterial de Sergipe e faz parte do calendário de acontecimentos do Estado de Sergipe por sugestão da própria parlamentar, através de Projeto de Lei.


 


A parlamentar salientou que a Moeda Social foi proposta, nesta edição, como forma de estimular, ainda, mais o hábito da leitura entre estudantes que, individualmente poderão receber R$ 20, que serão convertidos em Biens e trocados por livros, não só nas livrarias montadas na área do evento, mas também, com os escritores que participarão da Bienal. No total, os organizadores pretendem contemplar 1.000 alunos da rede pública de ensino. 


 


“A Bienal é o maior evento literário do Estado e conta com a presença de grandes escritores e intelectuais”, disse, observando que em toda a programação estão previstas lançamentos e divulgações de autores locais e nacionais, além de palestras, atrações musicais, exposições, apresentação de curta metragem. “São diversos atrativos que ajudam os visitantes a entenderem a importância da leitura para a construção do cidadão consciente, informado e com senso crítico”, afirmou.


 


Para ela, a Bienal é o espaço mais democrático e interativo, onde os visitantes e expositores deixam de ser apenas plateia e tornam-se protagonistas das suas melhores histórias e inspirações. “De parabéns os organizadores que a cada ano trazem novidades de modo a inserir todos que passam pelo local que, sem dúvida, é o mais democrático”, destacou Maria Mendonça, acrescentando que o evento impulsiona os indivíduos a terem um olhar literário diferenciado.


DE OLHO NO INSTAGRAM