Alese aprova criação de Unidades de Pronta Resposta de Urgência em Fisioterapia nas UPAs 24h

No Brasil, as lesões de coluna ocupam a segunda maior causa de aposentadoria por invalidez, conforme pesquisa da Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro), órgão ligado ao Ministério do Trabalho. Com base nesse dado e por uma série de outros fatores devidamente elencados, a deputada estadual Maria Mendonça propôs e a Assembleia Legislativa aprovou Indicação 434/2020, que sugere a criação de Unidades de Pronta Resposta de Urgência em Fisioterapia nas unidades de pronto atendimento (UPA 24h).

A medida, de acordo com a deputada, tem o objetivo de garantir assistência fisioterapêutica, imediata, ao paciente que apresentar quadro agudo de dor ou afecções do sistema cardiorrespiratório, solucionáveis por meio de fisioterapia manual ou métodos e técnicas com uso de instrumental fisioterapêutico. “A coluna vertebral é o eixo central do corpo exigida em quase todos os movimentos e funciona como um duto de feixes nervosos, ligando diversos órgãos e outras partes do corpo ao cérebro”, justificou.

Para Maria, a saúde da coluna vertebral influencia diretamente no bem estar físico, e as dores lombares atingem níveis epidêmicos na população em geral, sendo uma das alterações musculoesqueléticas mais comuns nas sociedades industrializadas. “Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mais de 80% da população mundial sofrerá com esse mal”, citou a deputada, observando que a dor lombar crônica, também, pode ser causada por doenças inflamatórias, degenerativas, neoplásicas, defeitos congênitos, debilidade muscular, predisposição reumática, sinais de degeneração da coluna ou dos discos intervertebrais, dentre outras.

Ela ressaltou que com o desenvolvimento de outras manobras fisioterápicas, as possibilidades disponíveis para a higiene brônquica tiveram incremento com a drenagem postural, vibração, compressão, e outras que podem ser utilizadas individualmente ou combinadas entre si.  “A fisioterapia apresenta uma missão primordial de cooperação mediante a nova realidade de saúde que se apresenta, através da aplicação de meios terapêuticos físicos, na prevenção, eliminação ou melhora de estados patológicos do homem, na promoção e na educação em saúde”, afirmou.



DE OLHO NO INSTAGRAM