Mensagem para Itabaiana

MENSAGEM PARA ITABAIANA NOS SEUS 123 ANOS

Itabaiana!
Olha você aí com mais um ano de vida! Uma vida que nos ares da Serra imponente distribui um clima gostoso de montanha proporcionando um bem estar aos seus habitantes.
Todo ano venho lhe dizer algo como uma forma de presenteá-la. Acho que não preciso lhe falar que meu amor por você é do tamanho de meu esforço por lhe ver linda, feliz e cada vez mais desenvolvida. Tal como a natureza, seu povo também ajuda na sua composição de terra grandiosa. É pelo trabalho, pela inteligência, pela persistência, que seus filhos executam a orquestra do desenvolvimento. A labuta dos homens simples na disciplina do cotidiano, a busca pelo conhecimento de seus jovens, a fé inabalável de sua gente, a vontade de acontecer, são amostras significativas que lhe dão a condição de referência, que lhe transforma em um Município importante para o estado de Sergipe.
Hoje não quero lembrar o que lhe causa dor. Não é dia de chorar. Ao contrário, é dia de festa!
E quando assim me refiro, não é da festa de rua, dos sons de trios, dos enfeites, dos folguedos populares ou de outras manifestações culturais de seu povo.
Sua identidade talvez esteja abalada pelo esquecimento, pela falta de uma melhor condução de sua vida, pela ausência de valorização de sua história, pelo desafeto para com aqueles mais necessitados.
Estou me referindo à festa interior que todo ano, cada um de nós itabaianenses sentimos quando chega o dia 28 de Agosto. É sempre a mesma emoção. É como se voltássemos ao passado e revivêssemos nos primórdios de nossos ancestrais. É involuntariamente um aperto de saudade dos que aqui viveram e hoje não mais se encontram entre nós.
E, entre todas as belezas mais exaltadas, em sua festa não pode faltar: a música herdada de geniais instrumentistas, compositores e maestros de outros tempos; a expressão de sentimento publicada por seus abnegados intelectuais, em prosa e versos; a fartura de sua feira livre, pela colheita de sua lavoura de subsistência; a pujança de seu comércio, que movimenta toda economia de uma região; a coragem de seus caminhoneiros que desbravam estradas pelo Brasil a fora; o bairrismo de seus filhos por serem ceboleiros; a busca pela vitória no tremular tricolor em dia de jogos; e, a festa de nós, seus súditos, que conserva a pureza de seu povo!
Itabaiana Grande!
Você é cantada e decantada pelos poetas de todos os tempos. Você é grande por natureza! Assim como o amor de seus filhos por você. E eu, que por vezes sonho, e que também realizo, posso então lhe dizer: Itabaiana, como é grande o meu amor por você!
Parabéns pelos seus 123 anos de vida!
O aniversário é seu e a alegria é nossa!

 


DE OLHO NO INSTAGRAM