Maria Participa de Reunião com Juiz Federal na tentativa de suspender leilão do HRAM

A deputada Maria Mendonça (PP) participou na manhã desta quinta-feira, 20, de reunião no Fórum da Justiça Federal, em Estância, onde se discutiu a possibilidade do adiamento do Leilão do Hospital Amparo de Maria.

Participaram da reunião o Juiz federal Rafael Souza, os deputados Gilson Andrade, Augusto Bezerra, João Daniel, o Prefeito de Estância Carlos Magno, o ex-prefeito Ivan Leite, vereadores e representantes da sociedade.

Diante do pleito, o juiz mostrou-se descontente com o silêncio dos interventores e começou a reunião dizendo "Vocês estão batendo na porta errada". O magistrado concedeu todas as informações solicitadas; por fim, enfatizou que a Comissão de Intervenção do HRAM não cumpriu com o seu papel, o de apresentar uma proposta de parcelamento da dívida quando da sugestão enviada pela referida justiça.

Em seguida a comissão reuniu-se com os interventores nas instalações do HRAM. Essas medidas não têm o caráter de cancelar o leilão, mas o de adiá-lo para que se tenha tempo de encontrar outros canais de solução, disse Gilson Andrade.

Através da deputada Maria Mendonça foi antecipada uma audiência na Justiça Federal em Recife que estava marcada inicialmente para a próxima terça-feira para segunda-feira, 24, às 14 horas.

O deputado Gilson Andrade em entrevista ao Radialista Eduardo Abril na Rádio Capital do Agreste fez questão de agradecer o empenho fundamental da deputada Maria Mendonça.

"Gostaria de agradecer o empenho, a colaboração e ajuda que a deputada Maria Mendonça está nos dando nessa causa. Graças a sua determinação e seus conhecimentos conseguimos antecipar uma reunião que estava marcada para terça-feira para segunda-feira, 24, às 14 horas em Recife. Quero deixar aqui esse registro para os itabaianenses de que a deputada Maria não trabalha apenas para defender os interesses de Itabaiana e sim para todo o estado de Sergipe", disse o deputado Gilson Andrade.

"Estou nessa luta, pois, sei dos relevantes serviços prestados por esta unidade hospitalar. É preciso discutir alternativas para evitar o leilão do Hospital Amparo de Maria. Necessário se faz uma ação conjunta de todos nós", disse Maria Mendonça.

 


DE OLHO NO INSTAGRAM