Maria Mendonça lamenta falta de diálogo com professores

A deputada estadual Maria Mendonça usou a tribuna hoje, na primeira sessão do segundo semestre legislativo, para lamentar a falta de diálogo do governo estadual com os professores da rede pública. A parlamentar lembrou que antes do recesso parlamentar foi formada uma comissão para ir ao Palácio de Despachos negociar uma saída para a atualização do piso do magistério, mas segundo ela, não houve o retorno do governo.


"O piso é um direito de todos os professores no país. O projeto virou lei e vocês tiveram esse direito garantido. Solicitamos que essa audiência fosse marcada. A presidente Angélica Guimarães protocolou no Palácio o pedido de audiência, e nada aconteceu", lamentou. A deputada disse que espera uma solução. "Que possamos ter essa audiência marcada, que possamos garantir o retorno desse direito e que a categoria tenha o piso. Queremos a unicidade da carreira de volta, motivando-os de novo".

Maria Mendonça tratou também da Semana do Aleitamento Materno. Segundo ela, o principal objetivo da semana é estimular a amamentação nas crianças, para que cresçam saudáveis. "Quando fui gestora em Itabaiana, implantei na maternidade São José um banco de leite humano. Esse banco tem ajudado as mães nas demandas no município, com crianças bem alimentadas e bem cuidadas", disse. "O aleitamento é muito importante para nossas crianças", destacou a deputada.


Recesso

A deputada disse que aproveitou o recesso para converssar com a população e sentir como tem sido a repercussão de seu mandato parlamentar. "O recesso não tem como característica o descanso, é um contato maior com o povo, com nossas bases políticas, é a hora de sentir de perto nossas práticas políticas. O recesso é a oportunidade de fazer o dever de casa. O que realizei nesse período me enche de vontade de exercer a atividade política preservando os valores morais e éticos, preservando a dignidade do meu mandato", argumentou.


Maria Mendonça afirmou que sua vida política está sempre no parlamento, mas não descuida das ações fora do legislativo. "Fora daqui sou a deputada atenta as necessidade do povo, ouvindo e atendendo demandas, fazendo o que está ao meu alcance como parlamentar e como pessoa. Minha casa me formou, meus pais foram meus grandes mestres. Disseminaram a ideia que o ato de servir é um gesto de grandeza, de amor, de compromisso". Para Maria Mendonça, o gesto político deixa reflexos na vida de muitos, mas os gestos humanos têm grande importância.


"Estamos todos engajados nesse projeto eleitoral sem comprometer nossas atividades parlamentares. Somos siglas partidárias diferentes, mas queremos as mesmas coisas para o povo. É preciso zelo com o patrimônio público, o povo precisa ter acesso às políticas públicas de qualidade sem protecionismo. Quero ver os municípios empregar cada centavo em benefício do povo, pagar seus servidores em dia. A arrecadação precisa ser aplicada com rigor, em cuidados necessários nas necessidades do povo, acima dos interesses pessoais e de grupos", encerrou a deputada, pedindo que os colegas mantenham o clima de cordialidade e respeito neste período "para que possamos preservar nossa independência, serenidade, trabalhando para construir um estado que todos merecemos".


Dilson Ramos, Agência Alese

 


DE OLHO NO INSTAGRAM