Maria Mendonça lamenta descaso com rodovias no agreste

A deputada estadual Maria Mendonça voltou a criticar a falta de conservação e de acostamentos nas rodovias estaduais que cortam o agreste sergipano. A parlamentar destacou uma reportagem publicada no JORNAL DA CIDADE, feita pela repórter Laudicéia Fernandes, mostrando as rodovias mais perigosas do Estado e disse que a matéria aponta as rodovias SE-170 e rodovia João Paulo entre as mais perigosas.


Segundo a parlamentar, as duas pistas, sem acostamento, oferecem perigo constante. Maria Mendonça disse que vidas foram ceifadas na rodovia SE-170, em Moita Bonita, e na João Paulo II. "Já discursei aqui mostrando a importância do acostamento. Foram nove mortes em apenas três meses. Quatro jovens morreram e as famílias choram até hoje suas perdas. Perderam suas vidas numa rodovia que não oferece nenhuma segurança", destacou a deputada, que espera providências. "Senhor governador, pense em vidas que foram ceifadas e nas famílias que estão sem seus entes queridos. Peço que a rodovia seja alargada".

 


DE OLHO NO INSTAGRAM