Maria avalia Positivamente Congresso da Unale

A XVI Conferência da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) atingiu um número recorde - 1.685 participantes - é a maior entre todas as edições realizadas. O evento se encerrou nesta sexta-feira, (1), e reuniu no Centro de Convenções de Natal mais de 400 deputados brasileiros e ainda delegações de países como a África do Sul, China, Argentina, Paraguai, Canadá e México. Servidores dos legislativos de todo o País também estavam presentes, integrando 16 eventos simultâneos de vários segmentos relacionados aos legislativos estaduais.

Uma das novidades foi à reunião da Conferência Parlamentar das Américas (COPA) com debate de assuntos como direitos humanos, sustentabilidade e meio ambiente.
Além do tema central "Matriz energética e alternativas para o futuro" entraram em pauta temas dos mais relevantes na conjuntura econômica, social e política do momento, como energias renováveis, sustentabilidade e a Copa 2014.

A deputada Maria Mendonça (PSB) que participou efetivamente da Conferência avaliou como muito importante os dois temas pautados este ano para o Congresso da Unale. Segundo ela, eles são necessários para que o país possa avançar. Ela destacou o nível elevado dos palestrantes. "É preciso que o governo federal entenda que quem executa as políticas públicas são os gestores municipais. É preciso que esse pacto aconteça e que essa redistribuição seja revista", disse, acrescentando que saiu do congresso satisfeita, porque a Unale tem um peso muito grande. "Saí do congresso consciente que vamos encontrar a solução para esses problemas tão sérios e conflitantes", frisou.

Eventos simultâneos

Em paralelo à conferência principal, 16 eventos aconteceram no Centro de Convenções de Natal. Entre eles a 28ª edição do encontro da Federação Nacional dos Servidores dos Poderes Legislativos, Federal, Estaduais e do Distrito Federal (Fenale), que também obteve uma expressiva participação: 24 entidades legislativas dos 17 estados representantes participaram dos debates.

Também fizeram parte da programação: Comissão de Direitos Humanos e Povos Indígenas, Secretaria das Mulheres da Unale, Associação Brasileira de Cerimonialistas dos Legislativos Estaduais, Associação Brasileira das Escolas do Legislativo e de Contas, Associação Nacional dos Consultores Legislativos, Associação Nacional dos Procuradores de Assembleias Legislativas, Associação do Parlamento Amazônico, Associação Brasileira de TVs e Rádios Legislativas, Federação das Associações Emancipalistas do Ceará, Fórum dos Diretores Gerais de Casas Legislativas, Interlegis, Parlamento do Sul (Parlasul), União Nacional de Taquigrafia Parlamentar e Judiciária, União Nacional de Polícia Legislativa e União de Parlamentares do Mercosul.

 


DE OLHO NO INSTAGRAM