Itabaiana discute a banalização da violência, diz Maria Mendonça

A deputada estadual Maria Mendonça declarou nesta terça-feira, 4.12, que o Campus da Universidade Federal de Sergipe (UFS) Professor Alberto Carvalho, em Itabaiana, através do seu diretor, professor Marcelo, teve a ideia de abrir a universidade e fazer com que seu papel de formulador de ideias fosse colocado para a sociedade, abrindo o campus para a sociedade discutir os problemas da comunidade.

"Ontem, às 18 horas, a comunidade acadêmica e a sociedade itabaianense debateram numa reunião suprapartidária um tema importante , a banalização da violência, e abriram um fórum permanente de debate sobre o assunto. Cada um disse o que pensa. A violência não é culpa apenas da falta de segurança, pois temos violência contra as mulheres, homossexuais, as lésbicas, a violência contra os negros, são muitas formas e discriminação", observou a parlamentar.

Maria Mendonça disse que se sentia feliz em ver a universidade cumprir seu papel ao abrir espaço para essas discussões, como a violência, tema que está na ordem o dia. "O resultado será glorioso quando a o conjunto da sociedade decidir contribuir, cada um no exercício da sua cidadania, interagindo. Os problemas serão solucionados a partir da decisão e da iniciativa do gesto de cada um", refletiu.

A deputada disse que desde a implantação da universidade os efeitos foram positivos. "Tenho buscado contribuir como pessoa pública e cidadã. Podemos transformar nossa sociedade em uma sociedade mais justa e igualitária, onde o cidadão possa pensar e agir dentro de um padrão de normalidade, fazer com que vivamos dias melhores. Precisamos combater a banalização da violência e desta forma melhorar a cidade em que moramos".

Dilson Ramos, da agência alese

 


DE OLHO NO INSTAGRAM