Gilson destaca Dia Mundial de combate ao tabaco e o São João de Estância

O deputado estadual Gilson Andrade destacou hoje, em seu pronunciamento, o Dia Mundial de Combate ao Tabagismo, data que, segundo ele, é uma oportunidade para se discutir os danos que o fumo causa e para incentivar os fumantes a largar o cigarro. "Os números de casos de câncer são estarrecedores entre pessoas que fumam. Estima-se hoje que noventa por cento dos casos de câncer de pulmão estão relacionados com o uso de cigarro".


De acordo com o parlamentar, o fumo causa ainda câncer de boca, no esôfago, laringe, pâncreas, bexiga e em outros órgãos que são afetados indireta ou indiretamente pelo uso do cigarro, do tabaco. Para 2020, explica, há uma estimativa mundial de que 10 milhões de pessoas vão morrer por ano por causa do fumo, que vai matar mais que HIV, suicídio, homicídio e tuberculose. "É necessário mais empenho das autoridades e da imprensa para divulgar com mais afinco o risco do câncer, é preciso incentivar as pessoas a parar de fumar. Apenas de três a cinco por cento das pessoas que fumam deixam o vicio", comentou.


Gilson afirma que o fumo causa angina , infarto, derrame, amputações e essas doenças se agravam ainda mais quando o paciente é hipertenso, obeso. "Nas mulheres (fumantes), quando entram na menopausa, perdem sua projeção hormonal, como o estrógeno. E entre tantas e tantas substâncias nocivas ao organismo, a nicotina causa dependência porque produz substâncias como a serotonina, que causa prazer aparente ao fumante e leva ao bem estar, mas a dependência do cigarro causa aumento da frequência cardíaca, reduz os vasos sanguíneos e o coração bate com mais rapidez".


Ainda em seu pronunciamento, Gilson Andrade disse que a produção de monóxido de carbono do cigarro compete com o oxigênio "e nosso organismo tem uma redução importante de oxigênio, e o tecido muscular cardíaco trabalha com sobrecarga para suprimir essa deficiência. Por isso é comum em pacientes infartados, que fazem uso do cigarro, terem infarto súbito, sem chances de sobreviver. Alguns infartam e têm chances de vida maior, mas os tabagistas não", avisa. "Faço esse alerta para que os jovens não adiram a esse hábito de fumar. E quem tem esse vicio, é um momento oportuno, de reflexão, para quem sabe deixar de fumar, ter o início de uma nova vida".


O deputado estadual Luiz Mittidieri disse que o Dia de Combate ao Tabagismo foi criado pelo ex-senador Lourival Baptista, há 24 anos, através de uma moção. Segundo ele, o número de fumantes é bem menor que na sua época, "quando todo homem tinha que fumar, que experimentar. Hoje tenho dezenas de sobrinhos e nenhum deles fuma. A Assembleia chegou a ter uma fumódromo aqui no Plenário e não tem mais. Quase não vejo mais fumantes. E o combate às outras drogas deixa a desejar", lamentou.


Gilson Andrade disse que o Programa de Combate ao Fumo precisa se instalado nos municípios, com equipes formadas por médicos, enfermeiros, psicólogos, e com a distribuição de medicamentos para combater o tabaco. "O cigarro é também é a porta de entrada para outras drogas ilícitas, como a maconha", comentou.

A deputada estadual Maria Mendonça lembrou que o fumante sabe que sua saúde será prejudicada, sabe que pode ter problemas, mas prefere o prazer momentâneo. "Prejudica a companheira, o colega de trabalho que passa a ser fumante passivo. A nicotina prejudica. Tenho uma amiga que teve câncer de pulmão por causa de cigarro apesar de não ser fumante. O marido fumava até quatro carteiras de cigarro por dia .Seus pulmões foram prejudicados pela ação do esposo ao longo dos anos", observou.


Festejos Juninos

O deputado falou também sobre o São João de Estância. Disse que os festejos juninos de Estância, o mais tradicional do Estado, começa hoje. "Distribuo aqui a programação dos festejos que é, sem sombra de dúvida, a mais rica e vasta programação do São João de Sergipe. Começa com a benção da fogueira, às vinte e uma horas, com a reunião de grupos folclóricos, e depois com shows de quatro bandas, no Forródromo, sendo três bandas de Sergipe". Gilson afirma que serão 30 dias de festas ininterruptas com forró e atividade cultural. Só termina no dia 29 de junho.

 


DE OLHO NO INSTAGRAM