DEPUTADOS SE REÚNEM COM COMISSÃO DE MÉDICOS DO HUSE

Na manhã desta terça-feira (27), uma comissão formada pelo presidente do Conselho Regional de Medicina de Sergipe, CREMESE, Dr. Júlio Seabra, pelo diretor clínico do HUSE, Dr. Marcos Kröger, pelos conselheiros Hider Aragão e Rosa Amélia e pelo corregedor José Rivaldo compareceram a sala da presidente da Assembléia Legislativa, deputada Angélica Guimarães para a entrega de um extenso relatório sobre o caos que se encontra a Saúde pública em Sergipe.

A comissão foi recebida pela presidente da Casa e pelos deputados Maria Mendonça, Goretti Reis, Venâncio Fonseca, Pastor Antônio e Gilson Andrade. Dr. Júlio fez esclarecimentos a respeito do pedido de intervenção ética protocolado pelos diretores do HUSE e explicou que as funções que competem ao conselho são de fiscalizar, ser cartorial e adjudicar. Ele ressaltou ainda que as fiscalizações ocorrem em sigilo e disse que quem responde por Sergipe é o CREMESE.

Cada participante descreveu um pouco o caos que se encontra a saúde pública. O que preocupou ainda mais os parlamentares. Entre as falas: "Falência de gerencial plena." "A saúde como um todo pior que o estado de Sergipe, só o estado de coma. O problema é a falta de vontade política. A CPI é de extrema importância." "O HUSE sofreu e muito com as Fundações. Fomos vítimas de uma brutalidade sem conseqüência. Não temos a menor condição de trabalho. Somos tão vítimas quanto à população." "Não podemos nos responsabilizar por compras de materiais. Estamos vivendo um genocídio e isso nos incomoda muito. Aqui somos do partido ‘PS' Partido da Saúde. Iremos encaminhar uma denúncia à Organização Panamericana de Saúde e à Organização Mundial de Saúde (OMS)."

Com Informações de Cristina Rochadel


DE OLHO NO INSTAGRAM