Deputada Maria Mendonça destaca lançamento do Instituto Chiara Lubich

Na sessão de hoje, dia 11, a deputada estadual Maria Mendonça (PSB) fez pronunciamento durante o pequeno expediente para deixar registrado nos anais da Assembleia Legislativa o lançamento do Instituto Chiara Lubich, que aconteceu no último dia 7, na Sociedade Semear. Segundo a deputada, o instituto de inclusão e comunhão trata da questão da economia de comunhão que Chiara Lubich criou no mundo.

Maria Mendonça explicou que essa economia de comunhão é um estilo de agir econômico, voltado para a cultura de partilha com os princípios da reciprocidade, da dignidade, da gratuidade, da comunão e da inclusão. "E este instituto, não tenho dúvida, vai ser muito bom para o Estado de Sergipe, porque o objetivo dele é unir os partidos para pensar, difundir, orientar e dar apoio à economia de comunhão que constitui um movimento político pela unidade dos diferentes partidos pelo bem comum", disse.

A deputada ressaltou que estamos no mundo hoje onde as pessoas, de forma egoísta, pensam em si ou seu grupo, mas não estão pensando de fato no bem comum. Maria Mendonça ressaltou que não tem dúvida de que o instituto vai trabalhar fortemente no seio da comuniade este projeto que é a favor do bem comum, voltado para o coletivo, pensando em partilhar, em dividir.

Ela disse que quantas pessoas esquecem que o próximo não é apenas sua família, mas é o nosso irmão em Cristo. "Este é o papel do Instituto Chiara Lubich, que foi lançado na última sexta-feira e que precisa de um registro desta Casa, que é uma Casa de representação da sociedade, de políticos de diversos partidos, mas que deve se pensar na unidade, na economia de comunão", disse Maria Mendonça.

A deputada disse que por isso queria deixar registrado, para que todos possam pensar na importância da economia de comunhão, na gratuidade, no bem comum, nas pessoas, nos que sofrem, que estão em leitos de hospital. "E só podemos pensar nisso se nos colocarmos na economia de comunhão, no amor ao próximo e na busca pelo irmão que está largado. Vamos todos nos unir pensando na economia de comunhão", concluiu.

Edjane Oliveira, Agência Alese
foto: Maria Odília

 


DE OLHO NO INSTAGRAM