Deputada Concede Entrevista e Fala do Programa a Vítimas de AVC

A deputada estadual Maria Mendonça (PSB) concedeu entrevista, nesta sexta-feira, dia 12, na Rádio Capital do Agreste, no programa Espaço Aberto do radialista Eduardo Abril. Maria fez um breve relato de suas atividades parlamentares destacando a visita feita ao Hospital da Polícia Militar, esta semana. Segundo a deputada, a comissão de Saúde da Assembleia Legislativa ficou chocada com o que viu no hospital. Classificando os problemas como graves, ela salientou para um bom funcionamento, os mesmos passam por questões voltadas à gestão e ao atendimento ao público. 

A deputada falou também do projeto de sua autoria que trata das pessoas acometidas pelo Acidente Vascular Cerebral (AVC). O objetivo é que os pacientes tenham assegurado o acesso a exames, medicamentos, assistência, informação, orientação, reabilitação e reintegração.

Segundo a deputada, dados da Organização Mundial de Saúde (OMC) revelam que a cada cinco minutos morre uma pessoa no país em decorrência de AVC. Por ano, os óbitos chegam a 100 mil. Em todo o mundo, há cinco milhões. Outra preocupação é quanto às sequelas, que são graves para 50% dos pacientes. Já o retorno ao trabalho só ocorre em 30% dos casos.

O projeto aprovado pelos deputados em seu artigo 3º foi vetado pelo governo, alegando inconstitucionalidade, mas, nas comissões o veto foi derrubado e o projeto foi mantido na sua essência e será votado em plenário necessitando maioria absoluta para a derrubada do veto.

"O artigo 3º é a essência do projeto. Sem ele, não há razão da sua eficácia. Pois, além de prestar assistência aos pacientes, o programa terá por finalidade reabilitar e reintegrar os pacientes, que, em alguns casos, ficam com sequelas após o derrame cerebral. É uma situação que merece a atenção do sistema público", frisou a deputada Maria Mendonça.

Quanto à seca que assola o estado, Maria Mendonça disse que o secretário do Meio Ambiente, Genival Nunes, e o presidente da Deso, Sérgio Ferrari, foram convidados pela Comissão de Serviços Públicos da Assembleia a prestar esclarecimentos sobre a situação.

Maria lamentou a degradação do meio ambiente provocado pela ação danosa do homem, ao longo do tempo causando danos irreparáveis ao planeta. "É preciso termos consciência, o meio ambiente está cada vez mais deteriorado, provocando o efeito estufa assustador. Nossos rios estão morrendo e é necessário ter cuidado com os mananciais. Na região agreste os lençóis freáticos estão secando; poços artesianos com vazão de seis mil litros, hoje a capacidade foi reduzida para dois mil litros", disse Maria Mendonça.

Prefeito Valmir

Por fim, Maria aproveitou a entrevista para enaltecer o trabalho que vem sendo realizado pelo Prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho, que determinou a limpeza de todos os tanques públicos dos diversos povoados do município, além de resgatar a autoestima do servidor público e do povo itabaianense.

 


DE OLHO NO INSTAGRAM