Comissão da Saúde da Assembleia vai convocar gestores do Hospital João Alves na AL

Os deputados estaduais que fazem parte da Comissão de Saúde, Higiene, Assistência e Previdência Social da Assembléia Legislativa de Sergipe estiveram visitando terça-feira (23), as dependências da Oncologia do Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), quando conheceram de perto a real situação daquele setor.

Os parlamentares foram recebidos pela superintendente do HUSE, a médica Madeleine Ramos dos Santos, o também médico Carlos Anselmo, coordenador do setor de Oncologia, o coordenador administrativo do HUSE, Jardel Góis, além de equipe de profissionais que atuam naquela unidade de saúde, que estavam exatamente numa reunião discutindo as novas medidas a serem adotadas para enfrentar os problemas identificados e que estão comprometendo o funcionamento do setor.

O coordenador do setor, médico Carlos Anselmo, fez um breve relato da situação em que se encontra a Oncologia do HUSE hoje, falou do seu esforço e de sua equipe para com o atendimento aos pacientes que chegam em grande número diariamente para o pronto atendimento, seja no sentido de realizar exames, buscar medicação ou se submeterem a tratamentos quimioterápicos. Em seguida, ele passou a palavra à superintendente Madeleine Ramos.

Da superintendente, o deputado Gilson Andrade e os seus colegas de Assembléia ouviram relatos surpreendentes e que deixou a todos espantados e ao mesmo tempo satisfeitos, pois as versões apresentadas, em alguns casos, pela imprensa ou mesmo por pessoas ligadas ao HUSE, não traduziam, na prática, a realidade dos fatos.

É o caso do aparelho para tratamento de quimioterapia, que eles tinham como não funcionando, mas constataram que ele estava servindo aos pacientes, assim como a chegada de outro aparelho, do mesmo tipo, a ser instalado em breve para atender a grande demanda de pacientes portadores de câncer e que procuram aquela unidade de saúde.

Também ouviram depoimentos de médicos, como Gilberto Menezes, que já trabalham no setor há vários anos, e estão plenamente conscientes das suas responsabilidades assim como dos problemas hoje existentes, mas que acontecendo por questões de gestão administrativa. É ocaso, por exemplo, da falta de computador para registrar os pacientes, as ocorrências e o controle efetivo de tudo que acontece na Oncologia do HUSE.

Em resumo, os deputados chegaram à conclusão que o setor de oncologia do HUSE passa (ou estava passando) pelo mesmo mal que atinge boa parte da máquina administrativa do Estado: má gestão, pois não se trata da falta de recursos, mas de gerenciamento do dinheiro e sua boa aplicação.

Convocação

O presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, deputado estadual Gilson Andrade (PTC), vai convocar a superintendente do Hospital João Alves Filho, a médica Madeleine Ramos dos Santos, e o também médico Carlos Anselmo, coordenador do setor de Oncologia, para que venham ao plenário da AL debater com os parlamentares e realidade do tratamento dos pacientes da Oncologia daquela unidade de Saúde.

Maria Mendonça

A deputada Maria Mendonça (PSB) entende que a situação da Oncologia é uma falta de respeito do poder público com os pacientes. "Essas Fundações de Saúde foram um equívoco do governo. Devem mais de R$ 100 milhões e não atendem a contento o cidadão. A pessoa vai fazer uma cirurgia de próstata e tem 200 pessoas na frente! Esse, por exemplo, é um câncer que se não for curado quando é detectado, ele fica irreversível. As pessoas estão desassistidas e para onde vai o dinheiro?", questionou.

Em seguida, a deputada finalizou dizendo que "isso é uma falta de respeito com os pacientes. A pessoa deixar de ser atendida porque o aparelho quebrou e não foi reparado por falta de pagamento? Temos que agendar sim uma grande audiência pública, com a presença também do Ministério Público, para que a gente possa debater e encontrar soluções para a Saúde Pública de Sergipe. A demora a autorizar o conserto do equipamento é falta de vontade política! Tem que priorizar as questões da Saúde", completou.

Com Informações da Agência Alese

 

 


DE OLHO NO INSTAGRAM