18 de Maio: Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças

Cada cidadã e cidadão tem papel fundamental na erradicação do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes em nossa sociedade. Você não pode ficar indiferente. Tenha uma atitude pró-ativa e ajude o Brasil a se livrar desse problema social que rouba a infância e adolescência de nossas crianças e jovens.

Existem diversas formas de você fazer parte dessa mobilização nacional e ajudar a combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Não fique parado. Este é um problema que atinge a toda a sociedade. Sua solução depende da participação e do comprometimento de todos e de cada um de nós. Vamos juntos ajudar a construir um Brasil livre do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes.

18 de Maio

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído por lei federal, em alusão a 18 de maio de 1973, quando a menina Araceli, de apenas 8 anos, foi raptada, drogada, estuprada, morta e carbonizada por jovens da classe média alta de Vitória (ES). Apesar de sua natureza hedionda, o crime prescreveu e os assassinos ficaram impunes.

Marcha em Sergipe

Com tema: "Faça Bonito: Por uma Infância saudável - Denuncie ligue 100 ou 181" o comitê estadual de enfrentamento à violência sexual de crianças e adolescentes realiza marcha com panfletagem nessa sexta 18/05/12 com concentração nos arcos da orla a partir das 18h logo após a panfletagem promovida pela SEMASC-Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania.

A marcha tem por objetivo chamar a atenção da sociedade em geral, mas principalmente donos de bares, de pousadas, hotéis, taxistas, turistas e o poder público sobre a urgência em garantir a criança e ao adolescente a vivência saudável de suas fases. Também visa cobrar das autoridades públicas a efetiva implantação e implementação dos Planos de Enfrentamento à Violência Sexual em todas as esferas de governo, bem como sensibilizar a todas e todos para a importância da denúncia que pode ser anônima através do disk 100 e 181.

Participarão da marcha além das entidades que compõem o Comitê Estadual de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e entidades ligadas à defesa e promoção de direitos da criança em geral, como o Fórum DCA-SE, o Movimento Nacional de Direitos Humanos de Sergipe, Conselhos Estadual e Municipais da Criança e do Adolescente, e órgãos e autoridades públicas, além de estudantes, militantes, representantes de movimentos sociais da cidade e do campo que abraçam a causa.

A temática da violência sexual praticada contra a criança e adolescente em Sergipe não tem dimensão diferenciada do contexto nacional. É um tema polêmico que envolve o medo, o silêncio, mitos e muitos tabus. Por esse motivo, entre outros que envolve a cumplicidade do poder público, a família e a sociedade, a ausência de dados oficiais estatísticos confiáveis em torno da temática é uma realidade atual ainda muito presente. No entanto, sabe-se que 80% dos crimes praticados são cometidos no âmbito intrafamiliar, quase sempre concentrado na figura masculina do pai ou padastro, seguido de tios, primos e por últimos vizinhos e pessoas desconhecidas.

Faça Bonito: Por uma Infância Saudável - Denuncie ligue 100 ou 181".

 


DE OLHO NO INSTAGRAM